MAIS DESTAQUES

Balões

Entenda a razão das manifestações que acontecem no Brasil inteiro.

Uma das principais características de um regime democrático é o direito do povo em expressar suas opiniões sem sofrer punições por causa disso. Esse é o regime ao qual vigora em nosso país desde o fim do período da ditadura militar, que aconteceu entre 1964 e 1985.

Muitas pessoas, em todas as cidades do Brasil, precisam do transporte público para realizar suas tarefas cotidianas, como ir para a escola ou trabalhar. Algumas delas precisam utilizar mais de uma condução por dia, resultando em um alto custo para suas famílias no final do mês. Mesmo já pesando no orçamento familiar de muita gente, as prefeituras de algumas cidades decidiram aumentar o preço das passagens de ônibus. Na cidade de São Paulo, por exemplo, o valor da passagem passou de R$ 3,00 para R$ 3,20.

Os usuários de ônibus paulistas acreditam que o novo valor pago pelo transporte público é incompatível com a qualidade ao qual esse serviço é oferecido. Eles acham esse preço caro demais para andar, muitas vezes, a pé e em veículos em péssimas condições. Assim, muitos deles saíram às ruas para demonstrar a sua insatisfação com essa medida da Prefeitura de São Paulo. Esses manifestantes inspiraram pessoas do Brasil inteiro, onde se mobilizaram para demonstrar sua insatisfação com o valor das passagens de ônibus que pagam em suas cidades. E desse modo, mais gente decidiu se juntar aos manifestantes para demonstrar sua insatisfação com outros assuntos do cotidiano brasileiro, como a péssima qualidade do serviço público brasileiro (segurança, educação e saúde) e com os gastos excessivos da Copa do Mundo de 2014. O principal problema é que uma minoria de pessoas más intencionadas se misturou com os manifestantes para realizar atos de vandalismo, como pichar prédios públicos e incendiar lojas e empresas. Assim, a polícia teve que agir para evitar que o pior acontecesse.

Protestos e manifestações são aceitáveis em um regime democrático, como já falamos no inicio desse artigo. Porém, essa manifestação deve acontecer de maneira pacífica, ou seja, sem a necessidade da polícia ou os manifestantes utilizarem a violência para “controlar” a situação. Porém, esses manifestantes e o povo brasileiro não devem se esquecer de que, em 2014, é o ano de eleições em nosso país. E não existe uma arma mais eficiente na democracia que um voto consciente.

Comentários