HISTÓRIAS

Balões

A dor de dente de Binho

binho-dor-dente-COLORIDOApós uma noite de sono, Binho acorda sentindo uma forte dor no dente. A mãe do garoto, Dona Ingrid, fica bastante preocupada e decide que é hora de leva-lo ao dentista. A consulta com a Doutora Rosane foi agendada para o final da tarde e ambos vão de carona com Senhor Adriano, pai de Binho e marido de Ingrid, ao consultório da odontóloga.

Durante a conversa de seus pais no carro, Binho escuta sua mãe dizendo que tem medo de ir ao dentista. Isso deixou o garoto bastante nervoso:

– Medo de ir ao dentista? Se a mamãe, que é corajosa, tem medo de ir nessa doutora, ela deve ser muito feia e malvada – pensou o menino.

Ao chegar no consultório, Binho ficou em uma sala repleta de brinquedos, livros e revistas infantis. Brincou pouco porque estava muito ansioso. Tinha um grupo de crianças esperando ser atendida pela dentista e nenhuma delas parecia muito feliz por estar ali. Durante a espera, conheceu Marcelinho, um garoto mais velho que ele, e um detalhe chamou bastante a atenção: o guri estava banguela.

– Marcelinho, por que você está banguela?

– Estou assim porque a Doutora Rosane arrancou meu dente… estragou o meu charme masculino… – lamenta Marcelinho.

Enquanto queria saber mais detalhes do porquê Marcelinho perder um dente, Binho é chamado pela secretária para ser atendido. Dona Ingrid pega o garoto pela mão e os dois vão juntos ao consultório da dentista.

Chegando na clínica dentária, o nosso amiguinho percebe que a Doutora Rosane é bem diferente do que ele imaginava. A profissional, carinhosamente, se apresenta ao garoto, pede para ele não ficar nervoso e o manda sentar numa cadeira:

– Vou apenas dar uma olhada nos seus dentes, Binho. Não fica preocupado. – diz ela.

Depois de Binho sentar na cadeira, a dentista se arruma para atender seu mais novo paciente. Coloca luvas nas mãos, uma máscara cirúrgica no rosto, se posiciona ao lado do garoto e pede para ele abrir a boca. Após alguns minutos, a doutora chega à seguinte conclusão:

– Querido, você está com cárie.

– Ahh? O que é isso? – fala o garoto com a boca aberta?

– Cárie são microrganismos, bichinhos bem pequenos – explica Rosane. Eles consomem os restos dos alimentos que ficam grudados nos dentes, formando um pequeno buraco que causa a dor que você sentiu.

Depois do diagnóstico e do tratamento necessário, Binho é dispensado pela dentista. Antes de ir embora, os dois tem uma boa conversa:

– Com que frequência você escova os dentes? – pergunta Rosane.

– Quando eu tenho tempo. Como sou um cara muito ocupado, às vezes, não tenho tempo para algumas coisas.

– Você está tentando me enrolar. Tem é preguiça de escovar os dentes. Saiba que é necessário escovar os dentes pelo menos três vezes ao dia. Escovar os dentes com frequência é necessário para remover a placa bacteriana.

– Placa bacterio…quê?

– Placa bacteriana. É uma película pegajosa que se forma sobre os dentes. É isso que atrai o bichinho da cárie. Além da escovação, também é necessário usar fio dental.

– Vou ter que usar biquíni? – pergunta Binho, preocupado.

A doutora dá risada e responde:

– Não é esse tipo de fio dental, Binho. É aquela linha bem fininha que serve para remover o resto de placa bacteriana que a escova não consegue remover.

– Nossa! É muito trabalho.

– Não é, não. Além da escovação e do fio dental, é necessário manter uma alimentação equilibrada, com pouco açúcar e amido, pois esses alimentos colaboram para a formação da cárie.

Depois desse papo cabeça, Rosane e Binho vão juntos até a recepção do escritório onde estava Dona Ingrid espera o nosso amiguinho. Livre da dor de dente, Binho aprendeu naquele dia a como viver uma vida mais saudável e livre das cáries.

Por Breno Dias Pinheiro

TAGS:
Comentários